terça-feira, 13 de setembro de 2016

Mãe: um ser indeciso

Ser mãe é viver a cada hora indecisa... Não é fácil ser mãe, ninguém te falou que seria. Mas quando solteira você imaginava uma vida maravilhosa, completa, gratificante, brilhante,  dai você vira mãe e consegue isso, mas não todos os dias. 

Tem horas que o que você mais deseja é sua cama, e dormir sem hora pra acordar, sem um chorinho tem acordando, ou uns dedinhos que cismam em puxar seus cílios para abrir seus olhos. Mas não trocaria suas noites acordadas, seus dias de zumbi por uma vida sem filhos.

Tem horas que o cansaço é extremo, você mal consegue se movimentar, todos a sua volta num agito e você se sentindo perdida no meu imaginando daonde vem essa energia, mas é uma mãozinha cheia de dedos píticos pegar pela sua mão e te puxar para que gire ela no ar, você se revigora, e surge a energia desconhecida e sai correndo pelo sala fazendo aviãozinho como uma boba e apaixonada pela sua cria.

Tem horas que você deseja uma refeição quente e saudável, um corpo sarado e um bom animo pra academia, mas dai se pega na frente do espelho, vendo seu buxo caído e imaginando com saudades daqueles dias deles enormes e um serzinho serelepe dentro dele.

Tem momentos que você deseja que todo salto de desenvolvimento ou pico de crescimento passe logo e não volta mais, levanta as mãos agradecendo por termino de um e ainda fica orgulhosa da sua cria estar crescendo e ainda comemora por mais fase difícil vencida, mas depois pega se imaginando passando tudo novamente com mais um ser gerado do seu amor.

É viver incompleta, sentir falta do seu eu, de seus momentos só, dos seus cabelos sempre penteados, arrumados e com a pintura em dia, as unhas compridas e muito bem feitas, da night com as amigas ou marido, mas depois se pergunta com poderia ser completa antes sem aquele humaninho que te chama de mamãe? 

Mãe é um ser completamente indecisa mesmo, pois antes olhava as mães alheias e mentalmente (algumas falava cara a cara mesmo) julgava pela suas atitudes, e hoje você se pega em situações semelhantes e passa a entender as outras mães.

Ser mãe é viver de indecisão mesmo, é viver de mudanças de opiniões, cuspir pra cima e cair na testa, não dormir,  virar zumbi, comer comida geladas, é tomar banho de segundos, e muitas vezes esquecer de si, e sentir falta de tudo isso, mas não trocaria por nada no mundo uma vida sem filhos.

Ser mãe é isso, e é assim que vivo todos os dias, mais alguém assim???

Ps. não terminei os relatos ainda, mas precisava desvanear um pouco.
Ps². Mudei meu visual completamente, alguém quer ver?

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

{ Relatos de Viagem} Gramado - Viajando de carro com bebê e Mini Mundo

Bom dia amores....

Espero que estejam gostando dos relatos, e tenho muito o que contar ainda... O que vocês quiserem saber podem deixar no comentário que eu respondo no próximo post.

Vi que uma leitora perguntou sobre viajar com criança pequena de carro, se fiquei apreensiva e tal. Confesso que quando comprei a viagem no Groupon, não pensei muito nas dificuldades e problemas em viajar com bebê. Comprei em dezembro do ano passado, então ainda faltava muito tempo (8 meses) para a viagem, e achei que até lá a Mahara já estaria bem acostumada e amando de andar de carro. Achava que já estaria bem mocinha, sentando em cadeirinha já. Mas me enganei, nestes 8 meses a Mahara passou a desgostar mais ainda de passear de carro, de sentar no bebê desconforto, e a cada vez que aproximava a viagem fui ficando nervosa, apreensiva sim, comecei pesquisar alternativas e testar e nada funcionava. Mas a viagem já estava comprada, e a unica alternativa era trocar o bebê conforto pela cadeirinha permitida pelo peso dela (ela ainda não tem 9kg pra sentar virada para frente), mas como queria a cadeirinha que se inclina quando ela dorme, não comprei nenhuma por causa do preço salgado. 

Umas duas semanas antes de viajar conversei com a pediatra, contando da longa viagem e ela me receitou um remédio para enjoo, já que longa viagens pode dar enjoo, e me passou o que é bom levar também.  Então a unica alternativa era dar o remédio para enjoo (pelo menos com a minha irmã funcionava), pra dar sono e dormir né. Reforço que isso não é correto e nem a médica sugeriu, ela apenas receitou caso der enjoo mesmo. No dia da viagem acordamos mega cedo, ja tinha deixado a Mahara dormir com a roupa que ela iria, apenas troquei de fralda e dei o peito sem ela acordar, coloquei ela no bb conforto e orei para que ela dormisse a viagem toda.

Ela dormiu a viagem de ida praticamente toda, quando acordou paramos num posto, troquei a fralda novamente, dei o peito novamente e logo dormiu. Quando ainda faltava duas horas para chegar no nosso destino ela acordou e começou a resmungar, dai eu passei a sentar no lado dela, fui conversando, dando biscoitinho, colocando videos no ipad, dando brinquedo, fomos parando mais vezes para ela sair do carro um pouco, até que ela dormiu de novo. 

Na cidade mesmo, ela foi a Mahara de sempre, que detesta o bebe conforto, chorava e não tinha o que acalmava hehe. Para o retorno foi quase a mesma coisa, mas quando faltava duas horas pra chegarmos em casa ela começou a chorar mesmo e acabamos apelando para o remédio de enjoo, o que não funcionou hehe. Mas mais uma vez íamos tentando de tudo até que ela dormiu.

Então minha dica é: tenha muita paciência, leve mil e uma alternativas pra distrair a criança, mesmo as que você já havia testado e não funcionou. No fim das contas vale a pena, foi uma viagem maravilhosa e repetiria tudo novamente.

Voltando ao relato da viagem, ainda no segundo dia, depois que visitamos o Lago Negro fomos ao Mini Mundo, um lugar perfeito para ir com crianças. É um parque ao ar livre, cheio de miniaturas de construções existentes no mundo real. Como se fosse uma cidade de brinquedo, de maquete. 

Ao chegarmos no local a Mahara dormia, e do nada simplesmente acordou animada, e se jogou no colo da bruxa que tinha logo na entrada do parque. Em tudo ela queria ver de perto, queria que nós contasse o que era e ficava encantada com tudo.

 Tinha muitas curiosidades nas maquetes, e que durante o passeio você tinha que encontrar. Os bonequinhos pareciam ter vida real mesmo.


A bruxa a qual ela se jogou nos braços, hehe;



Ela queria ficar assim, independente, nada de colo.  As pessoas se encantavam com a curiosidade dela.





Gente fiquei encantada pela paciência deste paizão ai em explicar e mostrar todos os detalhes para ela, ele colocou em prática a teoria " escuta ativa", para mostrar para ela tudo.





 Deu pra perceber que o lugar é lindo né, e no local há espaço para as crianças brincarem, dividido em faixa etária e há fraldário também, o qual a Mahara estreou né.

Beijocas e até a próxima.





terça-feira, 30 de agosto de 2016

{ Relatos de Viagem} Gramado - Lago Negro

Boa tarde!!!

Ultimo dia de férias por aqui, amanhã volto a rotina normal, e provavelmente volto por aqui com tudo também. Quis curtir bem a minha família, então evitei ficar em frente ao pc. Vou continuar com os relatos da viagem, contando todos os detalhes, sem esconder nada, hehe.

No segundo dia fomos visitar o Lago Negro, que ficava próximo ao hotel em que nos hospedamos. O Lago Negro "inicicialmente chamava-se de Vale do Bom Retiro. Após um incêndio que arrasou a imensa mata existente na região, Leopoldo Rosenfeldt construiu um lago em 1953, decorando suas margens com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí o seu nome, Lago Negro. Suas águas são profundas e de um verde escuro carregado, refletindo o alto dos pinheiros que se alternam com o colorido das azaléias no inverno e o azul das hortênsias no verão. Um caminho de saibro contorna o lago e serve de trilha para caminhadas. A maior atração do lago são pedalinhos em formato de cisnes, no qual os turistas se divertem passeando por todo o lago."(aqui

Não fomos no pedalinho, com medo de que a Mahara pulasse, já que ela anda num agito só. Mas aproveitamos caminhar muito, e ao redor há muitas lojinhas, onde aproveitamos também para visitar. O lago em si é muito lindo, dava vontade de estender uma toalha no chão e ficar ali por horas olhando o lago, mas não tinha espaço para isso. A Mahara se interessou mais pelas paredes de pedra e os gravetos caídos no chão, tanto que ela trouxe para casa. 

O lugar é gratuito, apenas era cobrado o aluguel dos pedalinhos e que valem muita pena visitar.













Vou contar de cada local individualmente, pois senão fica muita foto num post só.

Beijocas e até o próximo.

Localização: Rua A. J. Renner, - Bairro Lago Negro - Gramado/RS - Brasil

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

{ Relatos de Viagem} Gramado

Bom dia!!!  

Enfim vou começar com os relatos da viagem. Vou dividir em vários post para não ficar tão longo. Vai ter muita foto, já que não fiz vlog. 

Foram 6 dias de viagens, sendo 2 praticamente na estrada, optamos por ir de carro, mesmo com criança pequena. Saímos de casa no dia 08/08 por volta das 3h40, com o tempo bem nublado, o que resultou chuva na estrada, mas chuva leve, nada de tempestade apavorante.  A viagem foi bem tranquila, com vários momentos emocionante ao "descobrir" o quanto nosso país é lindo. Trajetos com vistas lindas das praias catarinenses, outras com vista da imensidão das lagunas no Rio Grande do Sul, ou dos verdes lindos das Serras Gaúchas. Sentir a adrenalina de atravessar 1837 m de túnel (foi minha primeira vez neste tamanho)  e ao atravessar uma ponte linda sobre a laguna.  

Como chovia não paramos para ver de perto as praias como havíamos planejado, mas na volta iríamos poder curtir um pouco em Floripa. Fizemos parada apenas para ir ao banheiro, dar uma esticada nas pernas, trocar a fralda e amamentar a Mahara. E por falar na Mahara, ela dormiu praticamente a viagem toda, o que foi uma benção para nos, já que ela detesta o bebê conforto, e sempre chora desesperada.  Chegamos no hotel as 16h00, foram 12 horas de viagem, quase 900 km rodados em um dia. Fomos super bem recepcionado e ainda pretendo falar do hotel num outro post. 

Neste dia apenas fomos comer no McDonalds e demos um rápido passeio por Gramado. Voltamos para hotel relaxar e dormir para poder curtir o máximo no dia seguinte. Nos outros dias visitamos vários lugares lindos, em um dia fomos para Canela, onde um motoqueiro bateu em nosso carro, quase que estragando a nossa viagem, mas graças a Deus não passou de um susto, uma porta amassada e espelho quebrado (por isso desisti da minha festa de aniversário, já que serão gastos não previstos). A volta também foi bem tranquila, aproveitamos visitar o meu irmão em Florianópolis e passar um tempo com ele. Chegamos em casa no dia 13/08 quase que meia noite, cansados mas felizes pela aventura. Por hoje só, e agora as fotos falaram por si. A maioria das fotos são do retorno, para vocês verem a beleza dos locais, já que na ida estava chovendo.  Espero que gostem dos meus relatos. Bjks.
















terça-feira, 23 de agosto de 2016

Trintei !!!!

Family.... e a nova mania da Mahara, colocar a língua para fora nos selfies.
Oiiii gente!!!!

Neste último domingo, dia 21 de agosto, eu trintei. Não fiz nada do que planejava para este dia, nem sequer fiz um bolinho, mas mesmo assim foi especial. Passei o dia com a minha família, maridão e filhinha. Acordamos tarde, ganhei 3 brincos lindos e que estava precisando do marido e filha, fomos almoçar num lugar que eu amo só nos 3. Depois demos um pulinho nos sogros, que vão me levar numa loja para escolher o meu presente e depois fomos nos meus pais onde ganhei uma botinha linda. 

Depois fomos na igreja agradecer por mais uma ano de vida! E para fechar o dia ficamos debaixo das cobertas, tomando um chocolate quente e assistindo filmes bem bobinhos de adolescente, coisa que o marido detesta e eu amo, mas como era o meu dia, ele cedeu né. 

Tem coisa melhor que isso???

Os presentinhos e o dedo da princesa.

Filmes que assistimos...

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Alergia a Amoxicilina

Bom dia!!! 
Voltando a vida real depois de uma semana mágica. Antes do relato da viagem, vou contar o porque do meu sumiço detalhado. 

Nestes últimos meses retornei de vez trabalhar ( não lembro de contei que consegui mais 3 meses de licença, a licença especial que os servidores estaduais tem direito a cada 5 anos), e não consegui me adaptar com o meu horário de serviço, que eram das 8h as 12h e depois retornava as 18h as 22h, o que antes de ser mãe era muito bom, mas com criança pequena, um carro só e ainda morando mega longe não foi bom. Tínhamos que sair com a Mahara as 22h para o marido ir me buscar, dai até ela voltar a dormir já era quase meia noite. Dai acordar as 6h da manhã para me levar para trabalhar, estava se tornando cansativo para ela, pra mim e pro meu marido, sem contar que no período da tarde nem ia pra minha casa porque não compensava o tempo, então ficava na minha mãe, onde a Mahara fica durante o dia. Com essa nova rotina a Mahara acabou pegando uma gripona e foi tratada como gripe suína. Então acabei optando por mudar de local de trabalho e passei trabalhar das 8h as 17h e próximo da casa da minha mãe. Mas dai lá vai mais um tempo pra acostuma a nova rotina, e depois de um mês da gripe a Mahara começa com sintomas parecidos de novo, como não consegui consulta com a pediatra dela, levei em outra ( aproveitei já levei numa especialista em alergia para tratar da rinite alérgica junto) que diagnosticou garganta inflamada para a Mahara e receitou o antibiótico amoxicilina para ela. 

Como quando ela estava com gripona e foi tranquilo, achei que seria tranquilo novamente, mas foi mero engano meu. Uma semana depois ela começou apresentar umas manchinhas vermelhas no corpo, e na hora já corremos para o hospital com ela, até chegar lá as manchas ficaram mega inchadas. O corpinho todo dela ficou inchado, e cheia de manchinhas, e a princípio achei que fosse alergia a um tempero artificial que a minha sogra usou no macarrão um dia antes. Não usamos tempero artificial, a Mahara nunca tinha comido antes, e eu nem pretendia dar pra ela, mas vocês sabem aqueles momentos que cuspimos pra cima, e resolvemos deixar comer só um pouquinho e não vai fazer mal, foi esse momento. O médico plantonista era clínico geral, e mesmo sem ser pediatra foi atencioso com a Mahara, receitou um antialérgico e ela ficou em observação a manhã toda. As manchas começaram a sumir, os inchaços sumiram e deram alta para a Mahara. 

Neste mesmo dia, a noite as manchas voltaram e no dia seguinte os inchaços, e mais uma vez não consegui consulta com a pediatra da Mahara, mas conseguimos uma reconsulta com a pediatra especialista em alergia, já que uma amiga falou que a filha dela teve a mesma reação com a amoxicilina. Na consulta a médica explicou que 90% de  a probabilidade de ser reação alérgica a amoxicilina do que o tempero que ela comeu. Ela explicou que a criança pode tomar uma vez o antibiótico e não ter nenhuma reação, mas na segunda vez terá se for alérgica. A amoxicilina/ penicilina demoram 30 dias para desencadear a alergia, por isso na primeira vez não houve reação. Mas agora uma terceira vez pode ser muito perigoso, então ela não deve tomar nunca mais, e a médica passou os exames para confirmar se realmente é alérgica.

Esse exame deve ser feito 30 dias depois que começou a reação alérgica, então teremos que aguardar até o dia 28/08 para a Mahara poder fazer o exame, neste meio tempo tomando muito cuidado para que ela não coma comidas com tempero artificial e nem o amoxicilina. Mas no fundo torcendo que seja reação alérgica ao antibiótico mesmo do que ao tempero, porque hoje enquanto pequena a gente consegue controlar a alimentação dela, mas já pensou quando for maiorzinha e for comer fora? 
Sou muito cuidadosa com o que a Mahara come justamente por causa de alergia alimentar e não me passou pela cabeça que poderia ter alergia a remédio. Antes dela nascer devo ter lido em algum lugar sobre isso, a gente pesquisa sobre vários assuntos, já quer saber tudo sobre tudo e isso foi algo que me passou batido. Ou simplesmente esqueci. A gente tenta, mas nunca saberemos o suficiente, né. Tentei achar alguma pesquisa sobre a alergia a amoxicilina, mas tudo era muito longo, mas vi que é muito comum. 

Quem quiser saber mais sobre o assunto pode pesquisar pelo Dr.Google ou pedir uma explicação para a pediatra. A Mahara teve manchas vermelhas, inchaços, depois esses inchaços tornaram mancha roxa, levou uns 5 dias para sumirem, teve muita coceira. Ao vermos a mancha corremos pro hospital e isso foi muito importante, porque até chegarmos lá a Mahara ficou completamente inchada, e se tivéssemos esperado mais um pouquinho poderia trancar garganta e canais respiratórios, evito até pensar em se tivéssemos esperado para ver se não sumia. 

Foram os piores dias da minha vida, queria ter o poder de tirar a dor dela e tomar para mim, não desejo isso nem para inimigos, e espero que ninguém aqui passe por isso. Mas se seu filho começar a ter alguma manchinha e logo começar a inchar corra pro hospital, não tente medicá-lo por conta própria. E se não tiver confiança no que a médica esta medicando, procure um segundo médico para trocar informações.

Graças a Deus que tudo já passou e hoje a Mahara não esta com nenhuma sequela. Espero que o post tenha ajudado vocês e até a próxima.

Me dói ver esta fotinho, aqui já estava medicada e bem melhor dos inchaços.


sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Sumiço + alergia+ viagem

Boa tarde lindas!!!

Sumi nas últimas semanas, e foi por um motivo nada bom! A Mahara teve inflamação na garganta, e a médica receitou o antibiótico amoxicilina para ela. Quando estava melhorando a garganta, começa aparecer manchinhas vermelhas pelo corpo, e começou a inchar. Corremos com ela no hospital e descobrimos que ela teve reação alérgica a amoxicilina. Foram os piores dias da minha vida, e vou contar com calma e detalhado por aqui ainda. Hoje ela já está bem melhor, ainda aparece algumas manchinhas indesejadas, mas no geral já está perfeita, graças a Deus.

Mas ainda vou continuar sumida por aqui porque segunda agora dia 08/08 estaremos rumo à Gramado- RS, nossa tão espetada e desejado férias. Prometo tirar um montão de fotos para mostrar para vocês, e ainda vou tentar ( isso não prometo) gravar um vlog por lá. Mas para quem quiser indo acompanhando a nossa viagem pode acompanhar pelo Instagram @jessicastremel . 

Um ótimo fim de semana para todas e uma semana mega abençoada.

Até o meu retorno!